tudo-sobre-a-escleroterapia-de-varizes-com-espuma-densa

As varizes são um problema que incomoda muitos pacientes ao redor do mundo. Elas nada mais são que veias torcidas e dilatadas, atingindo mais de 2 milhões de brasileiros por ano. Felizmente, existem algumas opções de tratamento, incluindo a escleroterapia de varizes com espuma densa.

É exatamente sobre esta alternativa que nós falaremos hoje. Acompanhe o restante do texto e saiba como este método funciona, quais são suas vantagens e para quais casos ele é indicado! 

Ouça este conteúdo:

Como a escleroterapia com espuma funciona?

A escleroterapia com espuma é mais uma técnica para o tratamento de varizes. Seu diferencial quando comparada à escleroterapia é a substância esclerosante utilizada, que neste caso é, como o nome sugere, uma espuma. Essa espuma tem como função fechar a veia, redirecionar o sangue e, assim, eliminar a variz e melhorar a circulação sanguínea.

Diferentemente das cirurgias, este tratamento é bem simples, feito no próprio consultório do cirurgião vascular e sem a necessidade de anestesias ou internações. Com o auxílio de ultrassom, o médico responsável encontra a veia que deve receber o esclerosante e faz a aplicação dele com agulha. 

Ainda que cause certo incômodo no paciente — tanto pela picada da agulha quanto pela entrada da substância esclerosante na veia —, a escleroterapia com espuma costuma ser muito bem tolerada pelos pacientes e compensa por seu pós-operatório muito mais simples.

Quais as vantagens do procedimento?

Veja abaixo os principais benefícios da escleroterapia de varizes com espuma densa:

Praticidade

Para realizar a escleroterapia com espuma densa, basta receber o diagnóstico médico — que irá confirmar a necessidade e a liberação para o procedimento — e comparecer ao consultório do cirurgião vascular. Simples assim, sem precisar ficar internado ou receber anestesias no local. Estes fatores fazem do método uma das soluções mais práticas para a remoção das varizes.

Dispensa cirurgia

Como já citamos, a escleroterapia de varizes com espuma densa faz com que a internação não seja necessária. Isso porque o método não é uma cirurgia. O médico responsável injeta o esclerosante no paciente, a substância cumpre seu papel de fechar a veia em questão e o paciente está liberado, precisando retornar somente para a próxima sessão — caso esta seja exigida pelo médico.

Recuperação rápida

Sabemos como cirurgias comumente exigem certo tempo de recuperação, além de alguns cuidados que podem atrapalhar a rotina dos pacientes. No caso da cirurgia de varizes, é preciso ficar de repouso e proteger a área do sol. Já com a escleroterapia com espuma, atividades diárias e básicas, incluindo a própria caminhada, já podem ser retomadas logo após o procedimento.

Contudo, é importante destacar que o cuidado com o sol ainda deve ser tomado. Isso porque o método pode deixar a região da veia onde a espuma foi aplicada mais escura. As manchas costumam sumir em aproximadamente três meses, que é quando a exposição solar pode voltar ao normal sem riscos.

Quando é indicada?

Assim como a própria escleroterapia, a escleroterapia com espuma densa é uma técnica indicada para casos em que o paciente não pode ou não quer passar por uma cirurgia para a remoção das varizes. Há pacientes considerados em situações de risco — algo que será determinado pelo cirurgião vascular — e também aqueles que preferem optar por soluções não cirúrgicas — que, nesse caso, são melhores.

Fora isso, a técnica é recomendada para varizes de calibre maior, as quais não podem ser removidas de outras maneiras e que anteriormente só podiam ser removidas com a cirurgia. Vale lembrar que, para o paciente, ela é mais confortável que a cirurgia, ainda mais quando falamos dos cuidados após o procedimento, os quais são bem mais práticos.

Preciso de alguma preparação antes de fazer a escleroterapia com espuma?

A única preparação obrigatória é o diagnóstico feito pelo angiologista ou cirurgião vascular. Somente ele pode definir se a escleroterapia com espuma densa é realmente o tratamento mais adequado para o caso. 

Recomendamos que o paciente faça consultas periódicas, tanto para atestar o sucesso do tratamento quanto para ajudar na prevenção de outras varizes.

A Coris realiza a escleroterapia de varizes com espuma densa em nossa clínica. Você pode conferir mais informações a respeito neste link.

Material escrito por:
Cirurgião Vascular - CRM 17157/ RQE 12550

Cirurgião  vascular formado em Medicina pela Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil. Especialista em Cirurgia Vascular (AMB / SBACV). Especialista em Ecografia Vascular com Doppler (AMB - SBACV / CBR). Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Atua com Cirurgia Vascular e Endovascular e Ultrassonografia Vascular com Doppler com ênfase em tratamento de doenças venosas/flebologia estética.   Ver Lattes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Do que você precisa? Veja todos os procedimentos realizados pela Coris Vascular.

PESQUISAR