quais-sao-os-fatores-de-risco-da-trombose

Compreender os fatores de risco da trombose é muito importante para evitar o aparecimento da Trombose Venosa Profunda (TVP) e suas possíveis complicações. É importante, também, reforçarmos o alerta de que, caso a doença não seja tratada de forma precoce e correta, pode ocasionar complicações mais sérias.

Para entender mais sobre a trombose, é importante conhecer o que desencadeia a coagulação sanguínea. Continue a leitura e entenda os fatores que contribuem para o aparecimento da Trombose Venosa Profunda.

Fatores de risco da trombose: fique atento

A trombose é uma doença ocasionada pela coagulação do sangue no interior das veias, ou seja, os vasos sanguíneos. Elas são responsáveis por retornar o sangue ao coração, têm seu fluxo interrompido pela formação de trombos. São considerados fatores de risco para o surgimento da doença:

  • uso de anticoncepcional;
  • tabagismo;
  • presença de varizes;
  • pacientes com tumores malignos;
  • pacientes com insuficiência cardíaca;
  • obesidade;
  • cirurgia de médio e/ou grande porte;
  • infecções graves;
  • traumatismo;
  • imobilização de membros;
  • puerpério (pós-parto).

Além disso, é importante esclarecer que os casos de pacientes acamados, viagens aéreas prolongadas e outras situações que levem a imobilização prolongada, aumentam as chances de um quadro de trombose. Da mesma maneira, pacientes com problemas genéticos no sistema de coagulação também estão mais predispostos a desenvolver a doença.

Estar atento aos fatores de risco da trombose torna mais fácil preveni-la mediante, o controle dessas condições. No entanto, caso a doença ainda já tenha se manifestado, você sabe como reconhecer os seus sintomas?

Esteja atento aos sintomas da trombose

A trombose pode ser pouco sintomática, o que dificulta o diagnóstico clínico. Por isso é tão importante estar em dia com a sua saúde vascular, realizando consultas periodicamente, principalmente se você estiver inserido nos grupos de risco citados anteriormente.

Quando houver sintomas, estes serão manifestados como:

  • • inchaço súbito e persistente;
  • • dor;

Dessa maneira, em caso de suspeita, o cirurgião vascular ou angiologista poderá solicitar alguns testes específicos para diagnosticar o problema, como exames de sangue e EcoColor Doppler.

Quais podem ser as complicações da trombose?

A trombose pode ter complicações agudas e crônicas. Na fase aguda, a trombose pode evoluir para uma embolia pulmonar, que é um quadro grave, no qual os coágulos sanguíneos migram para os pulmões, causando repercussões pulmonares e cardíacas.

Na fase crônica, a inflamação das paredes das veias altera o seu funcionamento correto, podendo desencadear quadros de inchaço crônico, varizes, alterações na pele e, até mesmo, úlceras venosas.

Dessa maneira, é fundamental estar atento ao tratamento indicado pelo médico e evitar que a doença se complique ainda mais. A seguir, entenda como a trombose é tratada.

Tratamento para a trombose

O tratamento será indicado pelo especialista, considerando a melhor opção para cada caso. A trombose é geralmente tratada com medicamentos anticoagulantes, que impedem a evolução do trombo e, com o passar do tratamento, a destruição do trombo. Eventualmente, em casos mais complexo, a trombose poderá ser tratada por meio da trombectomia e fibrinolíticos, que eliminam o trombo através de sua aspiração.

Este tema foi útil para você? Compartilhe essas informações para que as pessoas também tenham conhecimento sobre a os fatores de risco da trombose e suas possibilidades de tratamento.

Material escrito por:
Cirurgião Vascular e Endovascular - CRM 4874 / RQE 10553

O Dr. Gilberto Galego é membro da equipe Coris Vascular. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC-1988) e concluiu o seu doutorado em Cirurgia na Universidad Autonoma de Barcelona (1992). É professor adjunto da UFSC, cirurgião vascular e endovascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Marque a sua consulta com o Dr. Galego aqui na Coris Vascular! Fone: (48) 3322-1043 | (48) 9.8842-6181 (Whatsapp)   Ver Lattes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Do que você precisa? Veja todos os procedimentos realizados pela Coris Vascular.

PESQUISAR