Em virtude do alto índice metabólico, a mucosa intestinal necessita de fluxo sanguíneo elevado constante para irrigar os três principais vasos presentes na região abdominal: o tronco celíaco, a artéria mesentérica superior e a artéria mesentérica inferior. Quando a circulação sanguínea não ocorre de maneira adequada no intestino, o paciente pode desenvolver isquemia intestinal, uma condição que requer tratamento especializado para evitar maiores complicações.

Ouça este conteúdo:

Com a ajuda do Dr. Gilberto Galego, cirurgião vascular e endovascular da Coris, vamos explicar o que é isquemia intestinal, suas principais causas, sintomas e formas de tratamentos. Continue a leitura e saiba mais!

O que é isquemia intestinal?

A isquemia intestinal ocorre quando existe um déficit circulatório para as alças intestinais ou para o intestino. Ou seja, os vasos sanguíneos da região intestinal apresentam estreitamento ou são totalmente bloqueados, o que acaba por comprometer o correto fluxo sanguíneo no local.

Quais são as principais causas da doença?

O Dr. Gilberto explica que existem três causas principais para a isquemia intestinal: “A principal delas é a aterosclerose, uma doença que provoca deposição de cálcio e gordura na parede das artérias que irrigam o intestino”, explica. 

A isquemia ainda pode ter outras causas, conforme explica o Dr. Gilberto: “A isquemia também pode ser causada por embolia pulmonar, quando um coágulo sai do coração, migra através da horta e obstrui a artéria que irriga o intestino; e pela trombose venosa profunda que também pode resultar em isquemia intestinal”, afirma.

Quais são os sintomas?

O principal sintoma da isquemia intestinal é a dor abdominal de início súbito, principalmente, quando ocorre uma obstrução aguda da artéria mesentérica, responsável por irrigar o intestino.

Em casos de doença crônica, os sintomas podem ser ainda mais graves: “O paciente apresenta dor intensa na barriga logo após a alimentação e começa a perder peso, uma vez que deixa de comer devido a forte dor abdominal”, esclarece o Dr. Gilberto.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico de isquemia intestinal pode ser feito por meio do histórico clínico do paciente e dos sintomas apresentados por ele. Para um diagnóstico preciso, o Dr. ressalta a importância de realizar exames complementares: “Alguns exames laboratoriais e exames de imagem, como a tomografia, podem fortalecer esta hipótese diagnóstica”.

Contudo, em algumas situações o diagnóstico só é estabelecido no momento da laparotomia, um procedimento cirúrgico que envolve uma incisão através da parede abdominal para investigar o quadro mais de perto.

Qual a melhor forma de tratamento?

Geralmente, o tratamento para a isquemia intestinal é realizado com o uso de medicamentos que eliminam o coágulo e desobstruem a artéria para permitir o correto fluxo sanguíneo na região do intestino.

Em casos mais graves, o tratamento pode ser cirúrgico: “Alguns pacientes necessitam de uma intervenção vascular ou uma cirurgia convencional para retirada do coágulo da artéria que irriga o intestino”, esclarece o Dr. Gilberto.

O Dr. ressalta, ainda, a importância do diagnóstico precoce para garantir o sucesso do tratamento: “Infelizmente, em muitos casos, nos deparamos já com uma inviabilidade de um segmento do intestino e só nos resta retirar aquele segmento que não é mais viável. Por isso, a melhor forma de tratamento é a partir de um diagnóstico precoce”, finaliza.

Quer saber mais sobre a isquemia? Acesse nosso artigo e entenda como a doença se manifesta. Até a próxima!

Material escrito por:
Cirurgião Vascular e Endovascular - CRM 4874 / RQE 10553

O Dr. Gilberto Galego é membro da equipe Coris Vascular. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC-1988) e concluiu o seu doutorado em Cirurgia na Universidad Autonoma de Barcelona (1992). É professor adjunto da UFSC, cirurgião vascular e endovascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Marque a sua consulta com o Dr. Galego aqui na Coris Vascular! Fone: (48) 3322-1043 | (48) 9.8842-6181 (Whatsapp)   Ver Lattes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Do que você precisa? Veja todos os procedimentos realizados pela Coris Vascular.

PESQUISAR