o-que-e-aneurisma

Você sabia que o aneurisma não acontece apenas no cérebro? Embora o aneurisma cerebral seja o mais comum, é preciso compreender que esse problema pode acometer outras regiões do corpo. Continue lendo para saber o que causa um aneurisma e como se prevenir.

Ouça este conteúdo:

A doença corresponde a uma dilatação anormal de alguma artéria do corpo humano. Geralmente, o tipo mais comum é o aneurisma cerebral, mas é possível que acometa  também as artérias do coração, abdome e rim. No entanto, o aneurisma cerebral e aneurisma da aorta torácica e abdominal se encaixam na maioria dos casos.

O que caracteriza um quadro de aneurisma é o fato de uma artéria irrigadora se dilatar, podendo romper-se e causar uma hemorragia. É possível ainda que a artéria permaneça apenas dilatada, sem estourar, por muitos anos ou até mesmo por toda a vida. 

O que pode causar?

O aneurisma cerebral é causado por um enfraquecimento da parede da artéria. Assim sendo, é possível que a pessoa já nasça com um aneurisma ou então passe a adquiri-lo no decorrer da vida. Os fatores de risco para desenvolver um aneurisma são: hipertensão não controlada; tabagismo ou algum tipo de traumatismo.

Como perceber um aneurisma?

Na maioria das vezes, o aneurisma cerebral só dará sinais perceptíveis quando já tiver se rompido. De acordo com a intensidade do sangramento, a pessoa poderá sentir dor de cabeça intensa, perda dos sentidos e possivelmente entrará em um quadro de coma

Além disso, em situações em que há um sangramento inicial do cérebro, o aneurisma cerebral poderá indicar dor de cabeça repentina e forte, antes da ruptura definitiva. 

E quando um aneurisma se rompe?

Os aneurismas que se rompem são mais comuns em mulheres e em indivíduos que já apresentem histórico familiar de aneurismas cerebrais. Geralmente, o rompimento acontece por meio de um sangramento espontâneo, quando o indivíduo está dormindo ou sentado. Também pode acontecer mediante casos de aumento súbito de pressão, por meio de esforços físicos intensos.

É possível prevenir-se?

É preciso ter atenção para alguns fatores que favorecem o surgimento do aneurisma. Caso o indivíduo tenha antecedentes familiares que apresentaram um caso de aneurisma rompido, é imprescindível que procure acompanhamento médico precoce. É importante esclarecer que quanto mais casos houver na família, maiores serão as chances do paciente também desenvolver um aneurisma. 

Para as pessoas hipertensas, fumantes e que ingerem álcool regularmente, os riscos também aumentam. Isso indica que se enquadram no grupo de risco e, por isso, devem fazer um acompanhamento preventivo. Dessa forma, é importante consultar-se regularmente com um especialista.

Como é feito o diagnóstico?

Para detectar a doença é necessário consultar-se com um angiologista ou cirurgião vascular, que solicitará alguns exames para a confirmação do diagnóstico:

  • angiografia por tomografia computadorizada: geralmente, esse exame é o primeiro a ser realizado, sendo rápido e não invasivo;
  • arteriografia: é o mais eficiente dos exames, que funciona como um cateterismo cerebral e é capaz de diagnosticar o aneurisma com perfeição.

Como pode ser tratado?

Um aneurisma pode ser tratado por meio do procedimento cirúrgico que reverte o quadro totalmente. A operação é feita para inserir um clipe metálico na base do aneurisma, eliminando da circulação. 

Outra maneira de tratar um aneurisma é por meio da embolização endovascular, que se dá pela inserção de um cateter até o aneurisma, onde pequenas molas cicatrizam a região. Algumas vezes, a artéria pode retornar à dilatação, e torna-se necessário recorrer novamente ao tratamento. 

Por isso, é importante o acompanhamento médico regular, que poderá avaliar como está a saúde vascular e indicar orientações de prevenção para doenças vasculares

Material escrito por:
Cirurgião Vascular e Endovascular - CRM 4089 / RQE 10592

Médico graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina, em 1985. Realizou o doutorado em Medicina e Cirurgia na Universidad Autonoma de Barcelona (1991).   Ver Lattes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Do que você precisa? Veja todos os procedimentos realizados pela Coris Vascular.

PESQUISAR