o que causa o entupimento das artérias

O entupimento das artérias é conhecido no meio médico como aterosclerose. De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), a aterosclerose é a principal causa de morte no mundo ocidental. Acompanhe o artigo para saber o que causa o entupimento das artérias e como isso afeta sua saúde vascular.

Entupimento das artérias: o que é?

A aterosclerose é o depósito de cálcio, gordura e outros elementos na parede das artérias. Esse processo é responsável por reduzir o calibre dos vasos e danificar a irrigação sanguínea para os tecidos, que acontecem por meio das artérias.

Por ser considerada uma doença sistêmica, a aterosclerose acomete diversas artérias do organismo. Dessa maneira, o quadro clínico de cada paciente estará relacionado à artéria que estiver mais obstruída. Saiba como a obstrução das artérias podem se manifestar:

Entupimento das artérias coronárias

As artérias do coração são responsáveis pela chegada de oxigênio e outros nutrientes ao músculo cardíaco. Caso sejam obstruídas, em uma evolução crônica, o paciente sentirá uma intensa dor quando fizer esforços físicos, o que chamamos de angina do peito. Caso a evolução da doença seja aguda, o quadro clínico poderá se manifestar com dor ou desconforto agudo, sendo chamado de infarto.

Entupimento das artérias carótidas

Caso a obstrução ocorra nas artérias do pescoço, as chamadas artérias carótidas, que levam sangue para o cérebro, o paciente poderá ter perturbações na visão, desmaios, alterações da fala e perdas de força nos membros, que ocorrem de forma aguda e podem representar um derrame (acidente vascular cerebral – AVC).

Entenda o que é o AVC!

Entupimento das artérias ilíacas e femorais

Caso a obstrução acometa as artérias dos membros inferiores, haverá dor nas pernas ao caminhar, também chamadas de claudicação intermitente, além de atrofias da pele, queda de pelos e dificuldade de ereção peniana, caracterizando um quadro crônico. Nos casos de obstrução aguda, a obstrução das artérias dos membros inferiores, pode haver sintomas bem mais severos, como dor em repouso, palidez intensa, membro frio (gélido), perda de sensibilidade e da mobilidade, até evolução para gangrena.

Sintomas da aterosclerose

A aterosclerose é um problema lento e de evolução gradual, em que a maioria dos pacientes não apresenta sintomas. Isso acaba tornando essa condição ainda mais preocupante, já que quando a pessoa descobre o entupimento das artérias, geralmente, já está em um estado avançado.

Por exemplo, os primeiros sintomas isquêmicos, aqueles derivados da falta de sangue, demoram a aparecer. Isso porque é preciso que a artéria esteja com grau elevado de entupimento para interferir no fluxo e causar sintomas. Por isso, é imprescindível a visita a um angiologista ou cirurgião vascular, para a realização de exames, que avaliará a saúde do sistema vascular.

Fatores que contribuem para o entupimento das artérias

Conforme dissemos, é importante estar atento aos fatores de risco da aterosclerose, a fim de evitar hábitos nocivos à saúde. Observe atentamente:

  • histórico familiar: casos de aterosclerose na família aumentam as chances de entupimento das artérias;
  • sexo masculino: os homens estão mais propensos à aterosclerose do que as mulheres. Entretanto, após a menopausa e a consequente queda da produção de estrogênio, as mesmas tendem a serem igualmente acometidas;
  • idade: pessoas que se encontram na faixa de 50 a 70 anos estão mais predispostas ao entupimento das artérias;
  • tabagismo: o hábito de fumar aumenta em nove vezes o risco de desenvolver a aterosclerose. Por outro lado, caso esse hábito seja abandonado, essa predisposição poderá diminuir;
  • sedentarismo: os indivíduos sedentários possuem chances maiores de apresentarem obstrução das artérias. As atividades físicas fazem muito bem à circulação sanguínea, além de reduzir os níveis de colesterol;
  • hipertensão arterial: indivíduos hipertensos têm predisposição a ter a superfície interna das artérias alterada. Isso facilita a penetração de gorduras na parede arterial;
  • hiperlipidemia: pessoas que apresentam altos níveis de gorduras no sangue, principalmente o colesterol aumentado, acabam depositando esse excesso nas artérias, levando à obstrução das mesmas.

Como visto, alguns fatores contribuem para que o entupimento das artérias aconteça com maior frequência em alguns indivíduos. As pessoas que estão no grupo de risco precisam de cuidado redobrado e precisam de acompanhamento médico regularmente. Se for necessário, o angiologista ou o cirurgião vascular poderá ser acionado para o tratamento direcionado à aterosclerose.

Compartilhe esse conteúdo com seus amigos e familiares. O entupimento das artérias desenvolve-se de modo silencioso mas pode ser prevenido com informação e cuidados diários!

Material escrito por:
Cirurgião Vascular e Endovascular - CRM 14617 - RQE 7962

Especialista em Cirurgia Vascular (AMB/SBACV). Especialista em Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular (AMB/SBACV/CBR) e Ecografia Vascular com Doppler (AMB - SBACV/CBR). Atua com Cirurgia Vascular e Endovascular e Ultrassonografia Vascular com Doppler e como instrutor em cursos para especialistas.   Ver Lattes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Do que você precisa? Veja todos os procedimentos realizados pela Coris Vascular.

PESQUISAR